Feijoada de Coelho





















1,5 kg de coelho
4 linguiças (usei a linguiça receita tradicional do Sr. Cândido da Nobre)
800 g de feijão branco cozido
1 cebola grande
4 dentes de alho
2 tomates grandes
150 ml de polpa de tomate Compal
2 cenouras
Molho de piri-piri extra picante da  Paladin
1 folha de louro
2 dl de vinho de branco
1 c. chá de pimentão doce Margão
1 pita de pimenta branca Margão
1 fio de azeite
Sal q.b. (usei o sal marinho Marnoto)




Num tacho largo, aqueça o azeite e adicione-lhe a cebola e os dentes de alho bem picados. Deixe-os amolecer e acrescente a folha de louro, o tomate triturado, a polpa de tomate e deixe refogar um pouco. Regue com o vinho branco e junte o coelho cortado em pedaços pequenos e a linguiça e cenouras em rodelas. Tempere com sal, pimenta e molho de piripiri e adicione água até cobrir a carne. Assim que levantar fervura reduza a temperatura para que cozinhe lentamente.
Quando a carne já estiver macia introduz-se o feijão e, se necessário, uma concha de água da sua cozedura. 
Retifique os temperos e deixe ferver, em lume brando, para que o feijão absorva o tempero.
Sirva quente.






Para acompanhar este prato, recomendo:



Volúpia Branco 
Caves do Solar de São Domingos


Castas: Sauvignon blanc (50%), Chardonnay (35%) e Maria Gomes (15%)

Notas de prova:
Aroma intenso e complexo, em que a mineralidade predomina sobre as notas florais e citrinas. Cheio e volumoso na boca, de acidez subtil, revela a fruta em toda a sua plenitude, tornando-se um conjunto de
qualidade única.










Aqui estão os produtos fantásticos que usei na preparação deste prato.

O meu muito obrigada à Nobre, Compal, Margão, Paladin, Marnoto e Caves do Solar de São Domingos pela simpatia e pelos produtos, de grande qualidade, que me enviaram.